quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Garoto australiano de 12 anos “muda de sexo” e se arrepende dois anos depois

Com apenas 12 anos de idade, Patrick Mitchell implorou a sua mãe para dar início aos tratamentos hormonais depois que os médicos o diagnosticaram com disforia de gênero – uma condição em que uma pessoa experimenta sofrimento porque há uma incompatibilidade entre seu sexo biológico e sua identidade de gênero.

"Você deseja mudar tudo sobre você, você vê qualquer garota e diz que seria capaz de matar para ficar daquele jeito", disse Mitchell ao site '60 Minutes' sobre o que sentia na época em que quis mudar de sexo.

Depois de receber o conselho de profissionais que sugeriram que era uma escolha certa, Mitchell começou a transição e recebeu total apoio de sua mãe.

Ele deixou o cabelo crescer e começou a tomar os hormônios, o que fez com que seus seios logo se desenvolvessem. Porém, dois anos depois, Mitchell passou a questionar se havia feito a escolha correta.

A crise se acentuou no início de 2017, quando os professores de sua escola começaram a se referir a ele como uma menina.

"Comecei a perceber que estava realmente confortável no meu corpo. Todos os dias eu me senti melhor ", disse ele ao Now To Love.

Como resultado, Mitchell confiou procurou a sua mãe e explicou que queria reverter o processo.

"Ele me olhou nos olhos e disse: ‘Não tenho certeza de que eu sou uma menina’", afirmou sua mãe.

Agora, em uma tentativa de voltar ao seu corpo original, ele parou de tomar sua medicação e está prestes a ter uma operação para remover o excesso de tecido mamário que será o estágio final de sua transição.


Com informações Independent.co.uk

0 comentários:

Postar um comentário