sábado, 27 de maio de 2017

Temer ao Senhor Para Adquirir Sabedoria - Diana Lima


Provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel; para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem as palavras da prudência. Para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a eqüidade; Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso; O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos; Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições. O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Provérbios 1:1-7

Nesse texto observamos que o título já aparece no início do primeiro versículo, (Provérbios de Salomão, filho de Davi), em seguida é claro qual o motivo do escrito. É interessante ver a preocupação com o conhecimento de Deus, ser sábio não é ser um acumulador de conhecimento humanista, a sabedoria é apreendida, mas, em Pv. 1 vemos os princípios norteadores dessa sabedoria.

O objetivo do livro de Provérbios é para o conhecimento da sabedoria e da instrução, para se entenderem, as palavras da prudência. Diante disso, receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a equidade. Dificilmente atentamos para a grande exortação ao conhecimento presente nesse escrito de sabedoria e negligenciamos. Em provérbios 1. 1-7 encontramos lições valiosíssimas do quanto a sabedoria deve ser aprendida na base de toda a sapiência (O Senhor Deus).

Os simples e os moços precisam de conhecimento, e a proposta de Provérbios, é que seja para “Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso” Pv. 1.4. É preciso ter humildade para conseguir adquirir sabedoria, porque aprendemos com a dependência total a Deus e o aprendizado com aqueles que têm capacidade de nos ensinar. Ás vezes alguns jovens não tem paciência nem humildade para aprender, não querem amadurecer, mas querem ensinar, como ensinar aquilo de que não aprendemos? É uma irresponsabilidade, tomar o lugar de um mestre quando ainda somos um simples imprudente, a sabedoria é algo que só quem teme a Deus poderá contemplá-la.

Antes de adquirir conhecimento, vem o temor do Senhor, se o exercício rumo ao conhecimento fizer o trajeto contrário, “é humano, vão e animal”[1]. Primeiro tememos ao Senhor, depois aprendemos aquilo que a sua Palavra fala sobre Ele, as suas verdades, em seguida aplicamos essas verdades ao nosso modo de vida, e finalmente anunciamos, ensinamos. Assim fez Esdras[2], temos visto na prática uma contrariedade a esse princípio.

Não são poucos aqueles que se colocam contrários ao ensino, ao estudo, que consideram a unção superior ao estudo coeso da Escritura, isso é preocupante e desestimula aos jovens que estão iniciando seus estudos teológicos. A prova desse desprezo pelo estudo e o aprofundamento nas Escrituras são os seminários cada vez mais desertos, sem infra-estrutura mínima, faltando bibliotecas atualizadas e livros para pesquisas. Essa é a face de uma igreja que não investe em estudo, em ensino, de homens e mulheres maduros de idade e imaturos em sabedoria. Que não tiveram oportunidade de estudar e hoje querem cercear aos mais jovens esse direito.

Que possamos jovens, romper a barreira da dificuldade, colocar a nossa mente a serviço do Reino, estudar e investir futuramente nos novos estudantes. Que possamos temer ao Senhor, de tal forma que alcancemos sabedoria, e alcançando, puder levá-la aos que estão nos primeiros passos.
Oremos por todos aqueles que colocam sua mente cativa à Palavra de Deus, amém.




[1] Tiago 3.7
[2] Esdras 7.10


As postagens são de inteira responsabilidade dos autores e as opiniões nelas expressas não refletem, necessariamente, a opinião dos outros colunistas bem como do Corpo Editorial do Blog

0 comentários:

Postar um comentário