terça-feira, 4 de abril de 2017

Pastor inicia construção de casa para ajudar mães a não abortarem seus bebês

Os pastores John e Matt Hagee (pai e filho) recentemente iniciaram a construição de uma nova casa chamada 'Santuário da Esperança', que vai ajudar a livrar muitos bebês do aborto.

A casa - que será construída em Bulverde, Texas - foi projetada para ser um lugar seguro para as mulheres grávidas e seus bebês que ainda estão para nascer.

"Como cristãos, temos a ordenança de ajudar os necessitados", disse o renomado escritor e pastor da Igreja Cornerstone, John Hagee, em um comunicado compartilhado com o site 'Christian Post'. "Esta casa não livrará todas as mães e todas criança da pobreza, mas como meus amigos judeus me ensinaram, se você salvar uma vida é como se você salvasse um mundo inteiro. Nós vamos fazer o que pudermos para todos que conseguirmos alcançar".

Matt Hagee (filho do pastor John), e líder da Igreja de Cornerstone em San Antonio, Texas, disse à emissora de notícias local KSAT que as mulheres que forem ao Santuário da Esperança receberão um lar, que acolherá a elas e seus filhos. Dependendo das necessidades e planos das mães, a criança pode ser encaminhada para adoção ou o cuidado na própria casa, onde a criança também terá acesso a educação.

"Elas [crianças] vão receber educação das escolas cristãs Cornerstone através da divisão educacional de nosso ministério e ter a chance de ter uma vida lá desde o momento em que nascem até quando completarem 18 anos", explicou Matt.

A casa para mães solteiras e crianças órfãs ainda está em construção e deve ser inaugurada em 2018. O terreno de 80 hectares em Bulverde está sendo construído quase que inteiramente com doações.

A família Hagee também divulgou uma nova na última sexta-feira (31), intitulada "I Chose Me", interpretada por Sandy Hagee Parker, do grupo 'The Hagees'. Todos os lucros do single serão revertidos para a construção do Santuário da Esperança.

A canção composta por Zach Smith foi escrita a partir da perspectiva de uma mulher lutando contra a dor e a culpa. "I Chose Me" lança uma luz sobre a epidemia de abortos nos Estados Unidos e o ministro de louvor da Igreja Cornerstone espera que esta música ajude as pessoas a perceberem que existem alternativas que afirmam a vida em vez do aborto.

"Essa música foi uma partida definitiva para mim", disse Smith no comunicado compartilhado com o 'Christian Post'. "Escrever sobre a dor sem retratar um final de 'felizes para sempre' faz uma sessão de escrita muito sombria. Abordar a perspectiva em primeira pessoa de uma mulher nessa situação foi um desafio que me senti honrado em aceitar. O Santuário da Esperança existe para impedir que as mulheres caminhem por este caminho sombrio de dor e arrependimento, de modo que este apoioi é o 'final feliz' da canção. Isso [aborto] não precisa acontecer. Há ajuda. Há esperança".

John Hagee tem sido um defensor pró-vida de longa data e o líder evangélico disse que passou sua adolescência trabalhando em um orfanato que inspirou a visão do Santuário da Esperança.


Com informações guiame.com.br

0 comentários:

Postar um comentário