sexta-feira, 7 de abril de 2017

Ex-ateu Lee Strobel lança filme "The Case for Christ" e afirma: os incrédulos verão a evidência real de Deus – Jesus

O autor Lee Strobel, um antigo ateu e jornalista que tentou provar que Jesus não ressuscitou dos mortos, disse que os não cristãos que virão o próximo filme "The Case for Christ" (O caso de Cristo), testemunharão uma verdadeira evidência para Deus.

"Sentimos que há muitas pessoas que estão curiosas sobre a fé e se perguntam se há alguma evidência real de que Deus existe e que Jesus é quem ele afirmou ser, e nós pensamos se o filme poderia ajudar as pessoas a chegar a tomar uma decisão e iniciar a sua própria investigação[...]", disse Strobel em entrevista a Newsmax TV.

Strobel, cujo best-seller livro do mesmo nome narra sua jornada de um ateu tentando refutar a evidência de Jesus, para se tornar um cristão, admitiu que é "desconcertante" ver sua história retratada no cinema.

Ele prometeu que, além de uma história "sobre um casamento, uma história de amor, sobre um pai-filho", o público também será "atraído para a evidência".

O autor, agora cristão, lutou na época para aceitar a conversão de sua esposa ao cristianismo, e queria usar seu treinamento jornalístico e jurídico para investigar e refutar Jesus. Mas seus esforços "desmoronaram" depois que ele encontrou evidências reais para Cristo.

"A evidência da história, penso eu, aponta poderosamente e persuasivamente para a conclusão de que a ressurreição é um evento histórico real", disse Strobel à NewsMax.

"Então eu fiquei convencido de que é verdade. Eu acabei me tornando um cristão, e nossas vidas mudaram desde então".

Strobel tem estado ocupado promovendo "The Case for Christ", que estreia nos cinemas em 7 de abril, e na semana passada disse ao Daily Herald que o público vai ver exatamente como o ex-repórter do Chicago Tribune se afastou do ceticismo e abraçou a fé.

"O que eu amo no filme é que ele não prega, mas a mensagem de Jesus está entrelaçada de forma criativa e convincente", disse ele.

Ele também elogiou a qualidade da produção do filme, argumentando que se destaca de outros do mesmo gênero.

"Fiquei muito impressionado com a qualidade da produção, a atuação, a edição, tudo, e foi um ensino para nós, porque nunca tínhamos feito parte de um filme, sentimos que isso realmente representa nossa história", disse ele.

Com informações Christianpost

0 comentários:

Postar um comentário