quinta-feira, 5 de abril de 2012

Magno Malta afirma que estão tentando criar um império homossexual no Brasil



Nesta terça-feira (3) o senador Magno Malta (PR-ES) discursou alertando todos sobre a possibilidade da criação de um “império homossexual no Brasil”. Ele se refere ao PL 122/2006 que criminaliza toda opinião contrária à prática e também aos processos que militantes gays moveram contra o pastor Silas Malafaia.
Pontuando alguns artigos do referido projeto de lei, Malta comenta que há pontos que deixam os homossexuais “intocáveis” enquanto que negros, índios e deficientes físicos não possuem tanta proteção.
“Se você não aluga seu imóvel para um homossexual, ou não aceita o ato afetivo de um casal gay, pega sete anos de cadeia. Se demite ou não admite um homossexual na sua empresa, cinco anos de cadeia. Eu posso não alugar minha casa para um negro, eu posso demitir um portador de deficiência, eu posso não admitir gestos afetivos de um casal heterossexual na porta da minha casa e pedir que eles se beijem em outro lugar, longe dos meus filhos. Mas, se eu fizer isso com um casal homossexual, um simples boletim de ocorrência me levará para a cadeia”.
Durante sua declaração na tribuna do Senado, Magno Malta falou do que ele chamou de “campanha contra o pastor Silas Malafaia” lembrando a todos que assistiam que o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo tem sido processado por se manifestar contra os organizadores da Parada Gay de 2011 que usaram figuras de santos católicos em posições sensuais.
O vídeo do Programa Vitória em Cristo de julho do ano passado foi editado e levado para a procuradoria pelos militantes do movimento gay afirmando que ao dizer que era para a Igreja Católica “baixar o porrete” nos organizadores Malafaia estava incentivando a violência contra os homossexuais.
Com informações Agência Senado

Post original em GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário