• Em 2018 o evento contará com a presença de um grande número de preletores, entre eles o pastor estadunidense Paul Washer que é o diretor e coordenador de Missões da "Sociedade Missionaria HeartCry".
  • "Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos". (Sl 119.105)
  • "Orai sem cessar. Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não apagueis o Espírito". (1Ts 5.17-19)
  • "Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé". (Rm 1.16,17)
  • "[...] exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos". (Jd 3)

quinta-feira, 23 de março de 2017

Vídeo: Em sermão, pastor John Piper explica como se livrar do vício da pornografia

Como se livrar da pornografia em tempos de acesso livre a filmes adultos através da internet? Essa pergunta tem sido feita por muitas pessoas, incluindo cristãos, que se veem presos à teia do vício. Nesse contexto, o pastor John Piper publicou um sermão em vídeo com conselhos práticos, baseados na Bíblia, para vencer a dificuldade.

Em seu sermão – publicado na página do ministério Desiring God – Piper explica que o vício em pornografia nasce da luxúria, e explica o conceito desse pecado, que é a distorção de propósito do desejo sexual.

“Deus criou o desejo sexual, se isto tiver o seu lugar correto, e pode, de fato, tornar-se um ato de adoração no casamento. Mas, a luxúria é um desejo sexual que caminha errado. Aqui está minha definição: luxúria é um desejo sexual que desonra seu objeto e despreza a Deus. Despreza as promessas e os avisos de ter ou perder as belezas de Cristo”, contextualiza.

Sobre a pornografia, Piper afirma que é preciso compreender o que caracteriza dependência, necessidade fisiológica, de assistir vídeos pornográficos, e adota um tom tranquilizador para quem se pega assistindo filmes adultos com frequência.

“O papel natural e espiritual do domínio próprio em relação à luxúria. Vício é um termo relativo. Eu apostaria minha vida na hipótese de que neste lugar, ninguém é absolutamente viciado em pornografia ou qualquer pecado sexual. O que eu quero dizer é o seguinte: se os riscos são bastante altos e bastante seguros, você terá o domínio que precisa para superar qualquer tentação sexual”, sugere.

Explicando seu raciocínio de forma mais aprofundada, o pastor ilustra uma situação em que as pessoas que costumam assistir pornografia poderiam buscar forças para resistir à tentação em contextos extremos, de vida e morte, por exemplo.

“Nesta noite, se você estiver sentindo uma forte influência do desejo sexual, o mais ardente, o mais poderoso que você já sentiu na sua vida, e você crê que não pode resistir à tentação ao olhar para alguma nudez online. De repente, membros do Estado Islâmico, encapuçados de preto, trazem seu melhor amigo, ou seu cônjuge, dentro do quarto com uma faca em sua garganta, e dizem: ‘Se você olhar para este site, eu vou cortar a garganta deles’. Você terá domínio próprio. Você não é viciado. Você não vai clicar”, afirma.

Com outro exemplo menos violento, o pastor reforça seu argumento: “Ou, se um homem caminhar para dentro do quarto, e disser: ‘Se você olhar para esta nudez, eu não te darei um milhão de dólares. Você estará livre de impostos. Mas, se você não olhar esta nudez, eu te darei esta mala com um milhão de dólares em dinheiro’. Você terá total domínio próprio, você não é viciado naquele momento”, salienta.

Assista ao vídeo da pregação:


Com informações Gospel+

terça-feira, 21 de março de 2017

Pastor Paul Washer sofre ataque cardíaco e é internado em estado crítico

O missionário americano, Paul Washer, sofreu um ataque cardíaco na noite de ontem. A notícia foi publicada na página dele no twitter (https://twitter.com/paulwasher) e na página do HeartCry Facebook.  O estado de saúde dele nesta manhã está estável.

A página do HeartCry Facebook diz que, “Ontem à noite, Paul sofreu um ataque cardíaco. Ele está em estado crítico, mas estável neste momento. Mais atualizações para seguir aqui e em sua conta no Twitter”.

Em seguida o responsável pela postagem pede: “Por favor, orem por ele e por sua família!” A HeartCry é uma sociedade missionária com uma grande e imperiosa paixão: a de que o nome de Deus é grande entre as nações (Malaquias 1:11).

As últimas informações destacam que Paul continua a melhorar, ainda que o progresso seja lento: "Paul continua a melhorar. Somos encorajados a ver o progresso, embora devagar. Continue orando!"; o perfil da HeartCry Missionary Society ainda chama a atenção de que não estão sendo levantados fundos em virtude do ocorrido: "Atenção: não estamos a angariar fundos para o Paul através de qualquer meio de comunicação".

Pedimos aos irmãos que intercedam pela recuperação de Paul Washer e pelo confortar do Senhor aos amigos e familiares do mesmo.

Com informações VINACC e CosmovisaoCrista.com

segunda-feira, 13 de março de 2017

[DOCUMENTÁRIO] O Diálogo Entre Fé Cristã e Ciência no Brasil

Para responder a algumas das principais questões acerca da interação entre fé e ciência, a Associação Brasileira de Cristãos na Ciência (ABC²) lançou o documentário O Diálogo Entre Fé Cristã e Ciência no Brasil. Especialistas nacionais e internacionais de várias áreas participaram do documentário e deram sua opinião sobre o tema.

“Ciência e Teologia têm coisas a dizer uma à outra, uma vez que ambas se preocupam com a busca da verdade, alcançada por meio da crença fundamentada. Os participantes do debate entre ciência e religião empregam diversas estratégias, dependendo do que procuram – confronto ou harmonia. Uma série de considerações mostra que a hipótese da independência entre ciência e teologia é muito ingênua para ser convincente. ‘Como?’ e ‘Por quê?’ são questões que podem ser levantadas simultaneamente e, muitas vezes, ambas devem ser consideradas se quisermos obter uma compreensão adequada da realidade. Um bule ferve tanto porque o gás em chamas aquece a água quanto porque alguém quer preparar um chá. As duas questões são, sem dúvida, logicamente distintas, e não há uma conexão inevitável ligando as duas respostas, embora deva existir um grau de consistência entre elas. Colocar o bule no refrigerador com a intenção de fazer chá não faz muito sentido” - John Polkinghorne, teólogo e físico.

O documentário era aguardado com expectativa por todos. Entre os entrevistados estão: físicos, engenheiros, teólogos, filósofos, professores, e muito mais.

Confira o vídeo abaixo:




sexta-feira, 10 de março de 2017

Grupo feminista encena “aborto de Jesus” em frente à Igreja Católica

O arcebispo de Tucumán (Argentina), Alfredo Horacio Zecca, repudiou a encenação de um “aborto” da virgem Maria, durante a marcha feminista do dia 8 de março, Dia da Mulher.

Em comunicado publicado no dia 09, o arcebispo disse: “repudiamos com profunda tristeza os lamentáveis eventos realizados ontem, 8 de março, à tarde, em frente à Catedral de Tucumán que denigrem profundamente a pessoa e a imagem da Santíssima Virgem Maria, como também a fé dos católicos”.

Devido a comemoração do Dia da Mulher, um grupo de feministas realizou uma manifestação pelas principais ruas da cidade. Algumas das manifestantes encenaram o aborto da Virgem Maria, com muita tinta vermelha, simulando um sangramento, em frente à Catedral de Tucumán.

No Facebook, o grupo feminista Socorro Rosa Tucumán encenou a imagem, assegurando que “a virgem abortou na catedral o patriarcado, a heterossexualidade obrigatória e as imposições da sociedade repressora e exigiu a todos os misóginos desta província medieval que tirem as imagens das maternidades, que não proíbem mais abortos em seu nome”.

Segundo a Aciprensa as feministas se referiam também ao “cistema (sic) violador que obriga ao parto forçado”.

O arcebispo observou que “os fatos são apenas ofensas agressivas para todos os fiéis, sendo também, uma ofensa para a dignidade da mulher”.

Zecca lembrou também que março é “o mês da reflexão sobre os direitos das crianças nascerem”, e convidou a todos fiéis católicos e a comunidade em geral para a Marcha pela Vida e pela Família, no dia 25, as 6 horas.

Com informações GospelPrime

quinta-feira, 9 de março de 2017

TSE quer controlar influência das igrejas nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está analisando uma cláusula para impedir o uso do poder econômico e a influência das igrejas no período eleitoral, afirmou o presidente da Corte eleitoral, Gilmar Mendes.

“Depois da proibição das doações empresariais pelo Supremo Tribunal Federal (STF), hoje quem tem dinheiro? As igrejas. Além do poder de persuasão. O cidadão reúne 100 mil pessoas num lugar e diz ‘meu candidato é esse’. Estamos discutindo para cassar isso”, alegou o ministro.

Segundo o ministro, existe o uso da religião para direcionar as eleições, contando ainda com os recursos das igrejas, sejam eles material ou mesmo o uso dos templos. “Outra coisa é fazer com que o próprio fiel doe. Ou pegar o dinheiro da igreja para financiar”, afirmou. “Se disser que agora o caminho para o céu passa pela doação de 100 reais, porque eu não vou para o céu?”, ironizou.

Gilmar Mendes comentou que existe uma tendência para abuso de poder econômico de “difícil verificação”, sendo necessário a intervenção do TSE.
Segundo a Veja, a bancada evangélica na Câmara dos Deputados cresce a cada eleição. Conforme informações do TSE, em 1998, eram 47 parlamentares. Em 2014, foram eleitos 80.

A Frente Parlamentar Evangélica do Congresso, tem 181 deputados e quatro senadores participantes, que incluem, os deputados ligados às igrejas, simpatizantes e outros parlamentares que defendem as mesmas matérias.

Hoje no Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, os evangélicos têm uma representação de 22% da população.


Brasil no sentido contrário

A lei que proíbe que igrejas e organizações sem fins lucrativos participem de campanhas políticas pode estar com os dias contados nos Estados Unidos. O presidente americano, Donald Trump, comunicou no dia 2 de março, sua intenção de revogar a lei que vigora no país desde 1954. Se aprovada a mudança, a ala conservadora cristã conquistaria uma grande vitória após ter apoiado a campanha presidencial de Trump.

“Vou me livrar e destruir totalmente a Emenda Johnson, permitindo que nossos representantes de fé falem livremente e sem medo de retaliação”, afirmou o presidente, no momento em que estava no evento organizado pela fundação cristã The Fellowship.

Os regimentos atuais descrevem que algumas organizações isentas de impostos, categoria que enquadra as igrejas, estão privadas de manifestações favoráveis a partidos ou candidatos. Comprovado apoio, podem perder o benefício concedido pelo governo.

Com informações GospelPrime

quarta-feira, 8 de março de 2017

Pastor norte-americano arrisca a vida para libertar 200 escravas sexuais do Estado Islâmico

Um pastor norte-americano teve que negociar com contrabandistas para conseguir salvar centenas de vidas de escravas sexuais do Estado Islâmico.

Bill Devlin, que é pastor da Igreja 'Infinity Bible', no Bronx, em Nova York, tomou como sua missão pessoal, o resgate de mulheres e crianças que haviam se tornado escravas sexuais do Estado Islâmico (ISIS), de acordo com o site 'Christian Post'.

Nos últimos anos, Devlin visitou o Iraque muitas vezes para ajudar refugiados iraquianos, que haviam sido expulsos de suas próprias casas por terroristas do Estado Islâmico.

No ano passado, como parte de sua missão, ele se associou a uma rede clandestina de resgate de reféns que estão sob domínio de grupos como o Estado Islâmico. Em abril de 2016, ele voou para o Iraque e doou mais de 1.500 dólares para ajudar um marido e seu filho Yazidi para pagar ajudar sua esposa e mãe a escapar do cativeiro do grupo terrorista.

Ele voltou aos Estados Unidos depois disso, retornando ao Iraque em agosto e em dezembro de 2016, fez novas doações em dinheiro a fim de ajudar outras duas famílias a pagar pelo resgate de seus entes queridos, que estavam sob domínio do grupo terrorista.

Devlin disse que mais três meninas escravizadas foram resgatadas com seu apoio financeiro.

Essa rede clandestina resgatou até agora mais de 200 crianças e mulheres (cristãs e Yazidis) do cativeiro do Estado Islâmico.

Devlin disse que a compaixão pelos companheiros que enfrentam circunstâncias terríveis o obrigou a tomar uma medida tão drástica.

"Minha motivação veio quando eu pensei que tenho três filhas minhas. Então imaginei que se elas fossem prisioneiras de uma organização terrorista e eu me aproximasse de alguém e dissesse que estou resgatando garotas, eu gostaria que essa pessoa me dissesse: 'Eu me juntarei a você", contou o pastor ao 'Christian Post'.

O pastor disse que tem conseguido o apoio de mantenedores americanos, que estão dispostos a doar as quantias necessárias para ajudar as famílias iraquianas a pagar pelo resgate de seus entes queridos.

Devlin deixou claro que a rede não está pagando resgate ao Estado Islâmico e explicou que o dinheiro é usado apenas para pagar apenas os homens que se arriscam para resgatar os reféns do grupo terrorista.

Grupos de resgate
Em janeiro, o jornal 'The Independent' informou que uma rede secreta tem operado no Iraque e na Síria, libertando mais de 3.000 mulheres Yazidi, que eram mantidas em cativeiro pelo Estado Islâmico.

A rede foi criada por civis curdos e cristãos, juntamente com outras minorias étnicas e famílias das vítimas, de acordo com a ONG 'Yazda'.

"Este é um grupo formado por todas as etnias que estão trabalhando na região. Sei de mais de cinco grupos diferentes que estão colaborando, alguns estão resgatando em Mosul, outros em Raqqa. Cada grupo está trabalhando em diferentes lugares", disse o diretor da Yazda, Ahmed Burjus ao 'The Independent'.

Em agosto de 2015, a CBN News informou sobre outro grupo não oficial de resgate, chamado 'Liberation of Christian e Yazidi Children of Iraq'. Ele é liderado por um homem judeu do Canadá, chamado Steve Maman que disse que ele foi inspirado por Oskar Schindler, o empresário alemão que salvou mais de 1.200 judeus dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Maman havia resgatado quase 130 vítimas de escravidão quando suas façanhas foram relatadas.

Com informações guiame.com.br

segunda-feira, 6 de março de 2017

França: professor é afastado de escola após ler versículos da Bíblia para seus alunos

Um professor de escola primária na França foi suspenso depois de ter lido passagens da Bíblia para seus alunos de nove a onze anos de idade.

O professor, de 40 anos de idade, estava trabalhando para uma escola na comuna de Malicornay, região central da França, de acordo com o jornal 'France Bleu'. Sua atividade de leitura da Bíblia chamou a atenção do diretor da escola, Pierre-François Gachet, depois que um "grupo de pais" escreveu uma carta anônima, queixando-se do “incidente”.

Os pais acusaram o professor, cujo nome não foi revelado, de "proselitismo", ou de tentar converter seus alunos às suas próprias crenças religiosas. Como consequência disso, o diretor suspendeu o professor, alegando que o educador "falhou em observar as leis estritas do laicismo na França, que exigem uma educação isenta da religião".

O conselho escolar nacional está agora conduzindo um inquérito sobre o caso do professor. Gachet disse que os resultados da investigação serão divulgados "antes de meados de março".

Gachet disse ao jornal 'La Croix' que o objetivo da investigação é "determinar se o professor realmente fez uso do proselitismo ou se ele simplesmente agiu com falta de discernimento".

"No mínimo, ele [professor] mostrou um gosto muito forte pelo ensino religioso", acrescentou o diretor.

Mas apesar de sua suspensão, o professor conseguiu o apoio de outras autoridades, como o prefeito local, que apontou a decisão da escola como uma "medida desproporcional", uma vez que o professor sempre foi "muito querido" pelos alunos e pais.

Intolerância
Ao que tudo indica, a divulgação mensagem bíblica não tem levantado "preocupações" apenas na Europa, mas também nos Estados Unidos. É o que mostra, por exemplo, o caso de um garoto que foi proibido de compartilhar versículos bíblicos no horário livre de sua escola, na Califórnia.

"Esta é uma violação clara e grosseira dos direitos de uma criança", disse Horatio Mihet, advogado do Conselho de Liberdade, que representa o aluno da Escola Elementar 'Desert Rose', em Palmdale.

Os pais do menino, Christina e Jaime Zavala, fizeram questão de escrever um bilhete encorajador com versículos bíblicos e deixá-lo dentro da lancheira do menino todos os dias. Seu filho amou os versículos, tanto que ele começou a ler em voz alta para todos os seus amigos.

Não demorou muito para que as crianças lhe pedissem cópias dos bilhetes e os Zavalas ficaram felizes em saber que teriam de escrever ainda mais versículos para seu filho levar à escola.

No entanto, eles foram forçados a parar de enviar as notas, depois de receberem o telefonema de um professor dizendo-lhes que eles "não estão autorizados a compartilhar essas coisas na escola" e até mesmo o vice-xerife da cidade foi enviado pela diretoria da escola à casa da família para dar-lhes uma "advertência amigável".

Com informações guiame.com.br